domingo, 29 de abril de 2018

GDC Serafão emite duro comunicado contra a AMAF





Comunicado
Jogo GDC Serafão vs Friande



Serve o presente para informar o motivo da não realização do jogo supra citado, relativo ao Campeonato Sénior de Futebol Popular, no passado sábado, dia 28/04/2018 no Campo da Chafarica em Serafão.

Tudo começou com uma deliberação do conselho de Justiça, ou conselho de disciplina da AMAF (pelo que parece são ambos compostos pelas mesmas pessoas), relativamente aos jogos em casa do Serafão: devido ao mau comportamento dos adeptos, foi imposto por este órgão o policiamento aos jogos, assegurado financeiramente pelo GDC Serafão, não indicando onde se basearam para aplicar tal medida.

Após consulta dos regulamentos disciplinares, verificamos que no Artigo 14º, são enumeradas as penas possíveis a aplicar aos Clubes, as quais passamos a transcrever:
a) Derrota;
b) Interdição temporária de campo de jogos; 
c) Imposição de execução de obras; 
d) Desclassificação; 
e) Baixa de divisão;
f) Multa;
g) Indemnização; 
h) Exclusão das competições; 
i) Impedimento de participar em provas organizadas pela AMAF. 
Em nenhuma das alíneas está previsto o policiamento aos jogos!

Assim sendo, dia 27/03/2018, enviámos um email à AMAF (que ainda estamos à espera de resposta), alertando para esse facto, informando que iríamos assegurar o policiamento apenas aos dois jogos seguintes. Por um lado, porque essa pena não estava prevista no regulamento disciplinar, logo era ilegal. Por outro, não tínhamos dinheiro para policiar os jogos, pois cada jogo custaria mais de 255€ (175€ para policiamento e 80€ para a equipa de arbitragem), incomportável para este tipo de futebol! 

Posto isto, estivemos reunidos na sede da AMAF, para explicar o acima referido, como também para dar conhecimento das obras no campo com o intuito de melhorar a segurança das instalações e dos intervenientes. 
A direcção da AMAF ficou de reunir e analisar o caso, e que compreendiam o exposto. Esperávamos que a AMAF reconhecesse o seu erro e corrigisse a decisão, como é normal nas instituições de bem. 

No dia 25 de Abril, tivemos mais um jogo policiado, em casa. No final, contactámos a AMAF a relembrar que não iríamos ter policiamento para o jogo seguinte, pelas razões já enumeradas anteriormente. A AMAF informou que ainda estavam a averiguar o assunto. 

28/04/2018, dia do Jogo GDC Serafão Vs Friande, como não houve policiamento não houve jogo. 

Isto é o princípio do fim do Futebol Popular em Fafe! 

O Futebol Popular é o futebol do povo, é o futebol dos clubes que não têm recursos para jogar a outros níveis. Com estas atitudes este futebol tem os dias contados. 

Entendemos perfeitamente o comunicado recente do Arões Sport Club, relativamente aos castigos imposto ao clube durante esta época, são incoerentes e irreais.

Relativamente a castigos, relembramos o que foi aplicado ao nosso atleta no jogo da 1ª volta em Friande. Foram 6 meses de castigo, porque no fim do jogo terá confrontado dois atletas do clube adversário… 6 meses??? 

É um momento para reflectir e contar com o apoio dos organismos políticos. Estamos perante actividades de interesse e financiamento público, pelo que todos devem procurar apoiar o futebol popular, criando melhores condições para a prática, assim como melhores condições de segurança, devendo ser imputadas à AMAF. Se esta entidade quer que haja segurança, tem que impor a todos os clubes intervenientes essas garantias e não apenas a alguns.

Lembramos que o GDC Serafão é dos clubes mais antigos desta competição, não está aqui há “meia dúzia de meses”, estamos há cerca de 20 anos! 

O que estão a tentar fazer com este clube é indecente. Estão a passar a imagem de que o povo de Serafão é um bando de arruaceiros. Lembramos que nos jogos em Serafão, nunca houve agressões a árbitros, ou a quem quer que seja... Estas gentes, este clube, estes atletas e os seus órgãos sociais merecem o mesmo respeito que todos os outros. 

Se não querem a nossa presença no campeonato, que nos digam. Nestes anos todos, nunca abandonámos um jogo, e tivemos muitas razões para o fazer. Contudo, nestes últimos 2 anos já houve 4 jogos que não terminaram ou não começaram por abandono das equipas. No desporto isso é que é muito grave: isto sim, é falta de fair-play! 

Mais informamos que a Direcção deste clube irá reunir de urgência para ponderar cumprir os restantes jogos que faltam do campeonato. Pois, depois disto, o desânimo é total.

A Direcção, Conselho Fiscal e Assembleia Geral do GDC Serafão

0 comentários:

Postar um comentário